A “Black Friday” chinesa é sete vezes maior que nos EUA

Pico de vendas do e-commerce chinês acontece no Dia dos Solteiros, comemorado em 11 de novembro

A Black Friday, dia de promoções na última sexta-feira de novembro, é o dia de ir às compras para muita gente nos Estados Unidos, o comércio online fatura três vezes mais que em um dia comum, e no Brasil, seis vezes mais. Mas não na China: por lá, o dia de glória dos comerciantes é o Dia dos Solteiros, celebrado em 11 de novembro.

Apesar dos números vultosos da Black Friday, não se engane: o maior dia de vendas do planeta é a data chinesa. Em 24 horas são vendidos 25 bilhões de dólares em produtos — é sete vezes mais que na Black Friday Americana, e quase o dobro do faturamento anual do e-commerce brasileiro.

A tradição começou em 2009, quando um grupo de estudantes da Universidade de Nanquim teria se organizado para fazer contraponto ao Dia dos Namorados a data foi escolhida pelos quatro algarismos “1” do 11/11. A moda se espalhou após a empresa de e-commerce chinesa Alibaba passar a oferecer descontos nas compras no período.

Hoje, o comércio online chinês fatura na data sete vezes mais que os americanos na Black Friday. As vendas no Dia dos Solteiros também são 11 vezes maiores que num dia comum, e as empresas de e-commerce chinesas chegam a entregar na data mais de 657 milhões de pacotes pelo país.

Já a Black Friday nasceu nos Estados Unidos, baseada na tradição dos americanos de começarem as compras de Natal logo após o Dia de Ação de Graças. Esse período de compras começaria sempre na última sexta-feira do mês, logo após o Dia de Ação de Graças. Assim, o termo Black Friday teria tido origem no fato de que os vendedores usavam o período para sair do “vermelho” e voltar ao “preto”. No Brasil, a tradição da Black Friday começou em 2010. Há países em que o ápice de vendas acontece em outras datas, como no Boxing Day do Canadá, celebrado no dia 26 de dezembro, após o Natal.

No gráfico abaixo, veja a comparação entre o faturamento médio do e-commerce na China, nos Estados Unidos e no Brasil nos dias de pico e nos dias comuns.

Veja também