5 dicas para escolher uma solução de pagamento

Optar por uma máquina de débito e crédito não tem sido fácil para os empreendedores. Saiba o que observar para fazer a melhor escolha para seu negócio

Tem aumentado ano a ano a popularidade das máquinas de cartão no país. Isso acontece não apenas pela procura dos consumidores, em busca de comodidade para fazer seus pagamentos com cartões de crédito e débito, mas também porque as taxas e os pacotes oferecidos aos comerciantes se adequaram ao perfil de cada negócio.

Mas como escolher a solução de pagamentos que mais benefícios podem gerar ao empreendedor? Listamos cinco dicas para ajudar na hora de escolher a solução de pagamentos ideal para o seu negócio. Acompanhe.

1_ Escolha uma solução que aceite as principais bandeiras para seu negócio
Quanto maior o número de possibilidades de recebimento das suas vendas, maior será seu faturamento. Assim, nenhum cliente deixará o produto na loja por não ter um cartão compatível com a forma de pagamento oferecida pelo estabelecimento.

“Aumentar a aceitação significa vender para mais clientes”, afirma Karen Perrotta, coordenadora adjunta do curso de administração da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Mas, atenção: o empreendedor deve dar preferência para aquelas soluções que aceitam as principais bandeiras da região onde está o negócio. Caso contrário, o faturamento não vai crescer.

2_ Faça as contas antes de optar
Vale a pena colocar na ponta do lápis o faturamento do negócio e todos os custos que envolvem adotar uma máquina de cartão. Aceitar débito e crédito aumenta o controle das finanças, mas é preciso considerar as taxas e os pagamentos feitos a prazo.

Responda às seguintes perguntas: existe inadimplência com cheque? Se sim, qual o percentual? O caixa é controlado a distância ou por funcionários na loja? Quantas vendas são perdidas por falta de uma máquina?

“Se o empreendedor tem problemas de fluxo de caixa, deve considerar as taxas cobradas pelas operadoras, mas também as taxas para antecipar o recebimento dos pagamentos”, afirma Karen.

3_ Atenção aos custos
A contratação de uma solução de pagamentos tem custos fixos, como o aluguel, e despesas variáveis, ou seja, taxas referentes às transações (débito, crédito ou parcelado) que têm como base o faturamento.

Existem bancos que não cobram mensalidade, mas apresentam tarifas mais altas. Por isso, é importante estimar quanto pretende vender. “Se a empresa fatura alto, faz sentido pagar taxas menores sobre vendas”, diz Karen.

Para compensar, é possível oferecer outros serviços atrelados ao uso da máquina como, por exemplo, recarga de celulares pré-pagos, para gerar receita adicional e tornar a maquininha autossustentável, além de gerar mais fluxo de clientes em seu estabelecimento.

4_ Busque uma conta-corrente que integre uma solução de pagamentos
Ter uma conta-corrente de pessoa jurídica integrada à solução de pagamentos tem seus benefícios. Ao concentrar as vendas na máquina, o empresário recebe os pagamentos na conta do banco e pode garantir mais benefícios e menos custos para o negócio.

Além disso, de acordo com o faturamento da empresa, a redução nos preços de pacotes de serviços bancários e no aluguel da máquina pode variar de 25% a 100%, caso haja uma conta integrada.

5_ Encontre o tipo de tecnologia mais adequado ao seu negócio
Avalie a melhor solução de pagamento de acordo com a dinâmica do seu negócio. A máquina, também chamada de POS, pode ser fixa, o que é ideal para locais com intermitência de sinal de operadoras de celular e/ou que não precisam da mobilidade do equipamento.

Já se a necessidade é mobilidade, busque uma máquina móvel que, em caso de negócios com faturamento mais baixo, poderá ser, inclusive, carregada no bolso. Para lojas virtuais, verifique as soluções de recebimento por e-commerce. Para estabelecimentos com grande volume de transações e/ou com necessidade de integração com automação comercial, o TEF é a solução.

Por fim, verifique também outros serviços e funcionalidades que a máquina escolhida poderá lhe oferecer, como um aplicativo de gestão online ou ferramentas de acompanhamento dos negócios da sua empresa.