Vulcão entra em erupção no sudoeste do Japão

O vulcão se encontra atualmente no estágio 3 de cinco da escala de riscos e até o momento, não há registro de feridos ou danos

O vulcão situado na pequena ilha de Kuchinoerabu, no sudoeste do Japão, entrou em erupção nesta quinta-feira (17) – informou a agência meteorológica nacional.

“Não há registro de feridos, ou danos, até o momento”, disse o funcionário local Shogo Sado à AFP, acrescentando que, por enquanto, não há ordens de retirada da população.

As cinzas subiram a mais de 6 quilômetros e caíram em um raio de 1,5 quilômetro, relatou o governo.

“Tomamos todas as medidas para garantir a segurança”, afirmou o porta-voz do Executivo, Yoshihide Suga, em entrevista coletiva.

Desde o final do ano passado ocorreram várias erupções nesta ilha, “mas emitimos o alerta porque a desta manhã, que ocorreu às 9h19 local (22h19 Brasília), foi mais importante”, explicou à AFP Jun Fujimatsu, porta-voz da agência meteorológica.

O vulcão se encontra atualmente no estágio 3 de cinco da escala de riscos da agência, que não prevê, ainda, aumentar o nível.

“Se escutou uma forte explosão, e a terra tremeu”, declarou um morador da ilha à NHK.

Em maio de 2015, os cerca de 130 habitantes de Kuchinoerabu foram retirados da ilha, no extremo-sul do Japão, após um alerta de nível máximo (cinco) de erupção.

O Japão está situado no “cinturão de fogo do Pacífico”, onde coincidem placas tectônicas, e há uma grande parte das erupções vulcânicas e sismos do planeta. Conta com 127 vulcões ativos.