Vórtice polar: as fotos do frio extremo que congela os Estados Unidos

Fenômeno derrubou as temperaturas país afora. Em Chicago, sensação térmica registrada foi de 50 graus negativos

São Paulo – Ainda é inverno no hemisfério norte. Contudo, a onda de frio extremo que está atingindo os Estados Unidos deixou ao menos seis estados com temperaturas tão baixas quanto as observadas no Polo Sul.

Nesta semana, a expectativa era a de que os termômetros na região centro-oeste, a mais atingida e onde vivem cerca de 200 milhões de pessoas, caíssem para 40 graus negativos. Em Chicago, sensação térmica chegou a marcar 50 graus negativos.

O frio está causando transtornos para a população. Escolas e universidades suspenderam as aulas, o transporte público está paralisado em várias cidades e as linhas de energia congelaram em algumas áreas, causando a queda de energia. Ao menos doze pessoas morreram em razão das baixas temperaturas.

Veja também

Por trás do clima extraordinário está um fenômeno chamado vórtice polar. Em linhas gerais, o vórtice polar é uma espécie de massa de ar gelado que se locomove como um ciclone. Está geralmente localizado sobre o Polo Norte e o Polo Sul, mas ganha força no inverno. O vórtice gira no sentido anti-horário e foi primeiro registrado em 1853.

Abaixo, veja algumas fotos impressionantes do frio que está castigando não apenas a região centro-oeste dos EUA, mas que é sentida em várias partes do país.