Voos sobre Irã são suspensos após disparo de mísseis russos

A Cathay tomou a decisão após uma advertência feita neste sentido na semana passada pela Agência Europeia de Segurança Aérea

A companhia aérea Cathay Pacific, de Hong Kong, suspendeu os voos sobre o Irã e o Mar Cáspio, depois que a Rússia disparou a partir destas águas mísseis de cruzeiro em direção à Síria, passando pelo espaço aéreo iraniano.

A Cathay tomou a decisão após uma advertência feita neste sentido na semana passada pela Agência Europeia de Segurança Aérea (EASA, na sigla em inglês).

Na semana passada, Moscou, aliado do governo de Damasco, lançou uma salva de mísseis de cruzeiro a partir do mar Cáspio contra alvos na Síria.

“Dada a situação na região, a Cathay Pacific suspendeu todos os voos sobre o Irã e o mar Cáspio desde quinta-feira e até nova ordem”, anunciou a empresa em um comunicado.

Há algum tempo, a Cathay respeita a política de não sobrevoar Iraque, Afeganistão, Ucrânia e Síria, recorda o comunicado.