Visita de Raúl Castro ao Chile motiva manifestações

Uma centena de pessoas protestou contra a presença de Castro, a quem acusam de ajudar os assassinos do fundador desse partido, o senador Jaime Guzmán, em 1991

Santiago – Dezenas de pessoas se manifestaram nesta quinta-feira contra e a favor do regime cubano junto a sua sede diplomática em Santiago, antes da chegada ao Chile do presidente cubano Raúl Castro para participar da cúpula da Comunidade de Estados Latino-americanos e do Caribe (Celac) e da União Europeia no fim de semana.

Convocados pelo conservador partido União Democrata Independente (UDI), uma centena de pessoas protestou contra a presença de Castro, a quem acusam de ajudar os assassinos do fundador desse partido, o senador Jaime Guzmán, em 1991.