Vídeos mostram iranianos pedindo renúncia de Khamenei por queda de avião

Governo do Irã admitiu neste sábado que atingiu avião comercial ucraniano por engano

DUBAI – Manifestantes iranianos pediram a renúncia do líder supremo do país, aiatolá Ali Khamenei, neste sábado, depois que o governo do Irã afirmou que suas Forças Armadas derrubaram por engano um avião ucraniano, matando todas as 176 pessoas a bordo.

“Comandante-em-chefe (Khamenei) renuncie, renuncie”, gritavam centenas de pessoas, de acordo com vídeos publicados no Twitter, em frente à universidade Amir Kabir, em Teerã. A Reuters não pôde verificar a autenticidade das imagens.

A agência de notícias iraniana Fars, em um raro relato sobre protestos contra o governo, disse que manifestantes cantaram frases contra as autoridades do país em Teerã neste sábado.

A reportagem da Fars disse que os manifestantes que foram às ruas também arrancaram imagens de Qassem Soleimani, o comandante da importante Força Quds, da Guarda Revolucionária, que foi morto em um ataque de drone dos Estados Unidos.

Veja também

A agência, amplamente vista como próxima à Guarda, publicou fotografias das manifestações e um cartaz destruído de Soleimani. Segundo a Fars, cerca de 700 a 1.000 pessoas participaram do protesto.

https://platform.twitter.com/widgets.js

(Reportagem de Parisa Hafezi e Babak Dehghanpisheh)