Vídeo de Papa defendendo que juízes devem ser isentos viraliza no Twitter

Assunto mais comentado no Twitter, alguns usuários acreditam que papa se referiu ao ministro Sergio Moro

São Paulo — O papa Francisco publicou nesta quinta-feira (4), em seu perfil no Twitter, um vídeo no qual fez uma oração para os juízes e afirma que eles “devem seguir o exemplo de Jesus, que nunca negocia a verdade”.

Na oração, o pontífice diz que “dos juízes dependem decisões que influenciam os direitos e os bens das pessoas. Sua independência deve ajudá-los a serem isentos de favoritismo e de pressões que possam contaminar as decisões que devem tomar”.

A publicação foi compartilhada nos três perfis oficiais do Papa (um em inglês, um em espanhol e um em português). Em sua conta em português, contudo, a gravação viralizou.

Agora, o termo “Papa” está no assunto mais comentado da rede social. Alguns usuários acreditam que o pontífice estava dando uma indireta ao ministro da Justiça Sergio Moro.

Confira algumas reações a publicação do papa: