Vídeo da decapitação de jornalista americano é autêntico

Os serviços de inteligência dos EUA analisaram o vídeo que mostra o cidadão americano Steven Sotloff e chegaram à conclusão de que é autêntico, disse porta-voz

O vídeo da decapitação do jornalista americano Steven Sotloff, reivindicada pelo grupo jihadista Estado Islâmico (<a href="http://www.exame.com.br/topicos/ei">EI</a>), é autêntico, informou a Casa Branca nesta quarta-feira.</p>

“Os serviços de inteligência dos Estados Unidos analisaram a recente divulgação de um vídeo que mostra o cidadão americano Steven Sotloff e chegaram à conclusão de que é autêntico”, disse a porta-voz da Agência Nacional de Segurança, Caitlin Hayden.

Nas imagens divulgadas pelo EI, Sotloff fala com o olhar voltado para a câmera e afirma que é vítima da decisão do presidente Barack Obama de realizar ataques aéreos contra os jihadistas no Iraque.

O vídeo mostra um jihadista com o rosto encapuzado que corta o pescoço do jornalista.

No mês passado, outro jornalista americano, James Foley, foi executado da mesma forma.