Venezuela volta a prender dois líderes da oposição

Vídeos publicados em redes sociais por familiares dos dois oposicionistas mostram agentes armados os colocando em carros de polícia

Caracas – Dois líderes da oposição ao regime chavista na Venezuela, Leopoldo Lopez e Antonio Ledezma, foram levados de suas casas por agentes de inteligência na madrugada desta terça-feira, 1. Ontem, após a votação para a formação da Assembleia Constituinte, o presidente Nicolás Maduro havia prometido levar opositores que o acusaram de fraude eleitoral à cadeia.

Vídeos publicados em redes sociais por familiares dos dois oposicionistas mostram agentes armados os colocando em carros de polícia. Os parentes afirmam não saber para onde teriam sido levados. Lopez e Ledezma cumpriam prisão domiciliar, sob a acusação de instigar a violência política no país. Nos últimos dias, ambos gravaram e divulgaram vídeos com críticas a Maduro, o que supostamente viola os termos de prisão.

A filha de Ledezma, Oriette Ledezma, afirmou que seu pai foi levado ainda de pijamas, no meio da noite. “O regime é responsável pela vida dele”, afirmou, em vídeo distribuído pelo Twitter.

Fonte: Dow Jones Newswires