Venezuela reabrirá consulado em Miami visando eleições

O objetivo do presidente Nicolás Maduro é fazer com que os venezuelanos que vivem nessa região votar nas eleições presidenciais em 22 de abril

Caracas – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quarta-feira que seu governo reabrirá o consulado do país em Miami, para que os venezuelanos que vivem nessa região dos Estados Unidos possam se inscrever e votar nas eleições presidenciais do dia 22 de abril.

“Eu ordenei ao chanceler (Jorge Arreaza) para que se proceda imediatamente a abertura do consulado em Miami para que todos os venezuelanos se inscrevam no Registro Eleitoral Permanente (REP)”, disse o presidente, durante a cerimônia de abertura do ano judicial em Caracas.

Em transmissão obrigatória de rádio e televisão, o chefe do Estado e candidato à reeleição explicou que tomou esta decisão após receber uma solicitação “da comunidade venezuelana em Miami” que deseja se inscrever e “se preparar para votar” nas eleições onde ainda não está confirmada a participação da oposição.

O líder chavista também informou ter pedido ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE) que estenda o período de inscrição nas embaixadas e consulados venezuelanos “no resto do mundo” até o dia 25 deste mês, cinco dias antes que comece oficialmente a campanha eleitoral.

Maduro disse que aqueles que se inscreverem agora também poderão votar no próximo pleito como “o que será necessário para aprovar a nova Constituição” que está sendo redigido pela Assembleia Nacional Constituinte (ANC).