Venezuela consegue apagar incêndio em refinaria da PDVSA

Em comunicado, a PDVSA disse que o incêndio no segundo tanque de armazenamento foi completamente eliminado na noite de sexta-feira

Caracas – Bombeiros apagaram um incêndio num tanque de armazenamento de combustível da refinaria de El Palito, na Venezuela, disse a petroleira estatal PDVSA neste sábado.

O incêndio foi iniciado por um relâmpago durante uma tempestade na noite de quarta-feira, mas a instalação de El Palito, que tem capacidade produtiva de 146 mil barris por dia, continuou a operar. Dois tanques inicialmente pegaram fogo, mas um deles foi apagado em horas.

Em comunicado, a PDVSA disse que o incêndio no segundo tanque de armazenamento foi completamente eliminado na noite de sexta-feira.

Ninguém foi ferido durante a tempestade de quarta-feira.

O segundo acidente em refinarias em um mês elevou as preocupações com o histórico e as práticas de segurança da petroleira estatal PDVSA aproximando-se das eleições presidenciais de 7 de outubro.

Em agosto, a PDVSA interrompeu quase toda sua produção na maior refinaria do país, Amuay, por seis dias após um vazamento de gás causar uma explosão que tirou a vida de 42 pessoas.

A PDVSA sofreu uma série de acidentes, apagões e interrupções não planejadas para reparos em sua rede de refinarias nos últimos anos, prejudicando as exportações de petróleo do país membro da Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep).