Veneza diz que é tratada como subúrbio do Império Romano

Declaração foi feita pelo presidente da região de Veneto, Luca Zaia

Roma – O Estado italiano trata Veneza e seus arredores como “subúrbios do Império Romano”, declarou nesta quarta-feira o presidente da região de Veneto, em plena campanha para levar a população às urnas para decidir sua independência.

Roma ainda acha que é um império. Caminha em seu próprio ritmo e nos freia”, disse Luca Zaia a jornalistas estrangeiros na capital italiana.

Os italianos residentes em Vêneto são convidados a participar de uma consulta online sobre uma possível independência da região.

A votação não é juridicamente vinculativa, mas serve para conseguir apoio para um projeto de lei que abre a porta a um referendo.

Cerca de 60% dos 3,8 milhões de eleitores é a favor da independência, segundo as pesquisas de opinião.

A nova República de Vêneto seria baseada na antiga República veneziana, uma potência comercial, cultural e política no Mediterrâneo, que existiu desde o século VII até a sua conquista por Napoleão em 1797.

“A capital trata Vêneto como os subúrbios do Império Romano, como se os habitantes de Vêneto fossem meros contribuintes”, acusa Zaia.

As autoridades regionais estimam que Vêneto fornece à Itália 21 bilhões de euros em impostos, sem uma contrapartida equivalente em investimentos e serviços.

“Mais da metade da Itália está tecnicamente falida. E ainda não há um centavo de dívida nas contas de Vêneto”, acrescentou o presidente regional.