Vazamento de amoníaco em empresa contamina 163 no Chile

O acidente na empresa 'Los Nobles' deixou ainda uma pessoa morta

Santiago do Chile – Um trabalhador morreu e outros 163 foram contaminados pelo vazamento de amoníaco ocorrido nesta quarta-feira em uma processadora de frutas para exportação na região chilena de O’Higgins, ao sul de Santiago, informaram fontes oficiais.

O acidente ocorreu por volta da 1h desta quarta-feira (2h de Brasília) na empresa ‘Los Nobles’, no município de Codegua, a 72 quilômetros ao sul da capital chilena, por causas que ainda estão sendo investigadas.

Pelas primeiras informações, o vazamento teria acontecido por causa da ruptura de um encanamento que alimentava a câmara frigorífica da planta.

O funcionário que faleceu foi identificado como Luis Eduardo Figueroa Lizana, de 20 anos. Ele era o operador da câmara frigorífica de onde ocorreu a fuga de amoníaco, declarou aos jornalistas Maria Alejandra Riquelme, diretora de Emergência da região de O’Higgins.

Conforme o Escritório Nacional de Emergência (Onemi), 163 trabalhadores foram contaminados. Todos receberam atendimento médico em um hospital próximo.

Posteriormente, 22 deles foram transferidos para o Hospital de Rancagua, capital regional. Um deles está em estado grave pela inalação do produto químico.

Após o vazamento, as autoridades ordenaram a saída de 50 pessoas que vivem em casas nos arredores da planta e estabeleceram um raio de segurança de 300 metros da instalação afetada.