Vaticano mostra ossos de São Pedro pela primeira vez

As relíquias, que normalmente ficam guardadas na capela do apartamento papal no Vaticano, foram anunciadas como pertencentes a Pedro pelo papa Paulo 6º, em 1968

Cidade do Vaticano – O Vaticano mostrou publicamente neste domingo pela primeira vez o que se acredita ser os restos mortais de São Pedro, do lado de fora da grande basílica que leva o nome do primeiro papa.

O papa Francisco acenou com incenso sobre a caixa de bronze contendo os pequenos fragmentos de ossos, antes de uma missa na Praça de São Pedro para marcar o fim de um ano de celebração da fé cristã no Vaticano.

As relíquias, que normalmente ficam guardadas na capela do apartamento papal no Vaticano, foram anunciadas como provavelmente pertencentes a Pedro pelo papa Paulo 6º, em 1968, embora muitos estudiosos tenham contestado a alegação.

Após a missa ao ar livre, com a participação de cerca de 1.200 cardeais, patriarcas e arcebispos de todo o mundo, Francisco segurou a caixa por alguns instantes com a cabeça baixa e os olhos fechados, aparentemente em oração.

Acredita-se que Pedro, um dos doze apóstolos de Jesus, tenha sido crucificado em Roma sob o governo do imperador Nero.