Vaticano é parceiro confiável contra a lavagem de dinheiro

Segundo a Autoridade de Informação Financeira, o sistema e monitoramento interno "começou a funcionar" no Vaticano

Cidade do Vaticano – O Vaticano “já é um parceiro confiável” na luta internacional contra a lavagem de dinheiro e seu sistema de monitoramento interno “começou a funcionar”, declarou nesta quarta-feira o diretor da Autoridade de Informação Financeira (AIF), René Brülhart.

Ao apresentar o primeiro relatório anual para 2012 da AIF, Brülhart indicou que foram registrados no Vaticano seis operações suspeitas em 2012 contra uma única em 2011, “o que é um sinal claro” de que o sistema de supervisão e monitoramento da AIF nas transações financeiras do Vaticano “já começaram a trabalhar”.

“Temos a intenção de prosseguir neste caminho”, acrescentou.

A AIF foi criada em 2010 por iniciativa do Papa Bento XVI.

A Santa Sé tem intensificado nos últimos anos o compromisso de prevenir e combater a lavagem de dinheiro, “de forma coerente com o quadro econômico e financeiro interno” do Vaticano, elogiou o diretor da AIF.