Vai a 764 o número de mortos na região serrana do Rio

Além disso, o Ministério Público contabiliza 400 pessoas desaparecidas na região serrana do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro – Já chega a 764 o total de mortos na região serrana do Rio de Janeiro em razão de deslizamentos de terra provocados por intensas chuvas no Estado, de acordo com balanço divulgado na manhã de hoje pela Polícia Civil.

Segundo o último informe, 367 pessoas morreram em Nova Friburgo, 308 em Teresópolis, 63 em Itaipava (distrito de Petrópolis), 21 em Sumidouro, quatro em São José do Vale do Rio Preto e um óbito foi registrado em Bom Jardim.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ), por meio do Programa de Identificação de Vítimas (PIV), já contabiliza 400 pessoas desaparecidas na região serrana do Rio. De acordo com o MP, as informações registradas por parentes e amigos são checadas com dados de hospitais e com o Instituto Médico Legal (IML). Com 195 desaparecidos, Teresópolis lidera a lista.

Em Nova Friburgo, 134 pessoas ainda não foram encontradas. Estão desaparecidos 32 moradores em Petrópolis, 4 em Sumidouro, 3 em Bom Jardim, um São José do Vale do Rio Preto e 31 pessoas ainda não foram encontradas em localidades não informadas.