Vaca obriga dois voos a desviarem de aeroporto na Índia

Funcionários do Aeroporto Internacional Sardar Vallabhbhai Patel viveram sérios problemas por causa da presença do animal

Nova Délhi – Uma vaca que conseguiu acessar as pistas de aterrissagem do aeroporto de Ahmedabad, no oeste da Índia, provocou na quarta-feira o desvio de pelo menos dois voos internacionais, informou nesta quinta-feira uma fonte do aeroporto.

Os funcionários do Aeroporto Internacional Sardar Vallabhbhai Patel viveram sérios problemas por causa da presença da vaca, uma espécie que diariamente passeia livremente por estradas e avenidas graças ao seu status de animal sagrado, indicou à Agência Efe o diretor-geral do aeroporto, S.R. Sardar.

O animal impediu que dois voos internacionais aterrisassem e obrigou a desviá-los ao aeroporto de Bombaim (oeste), a mais de 500 quilômetros de Ahmedabad, detalhou a fonte.

Segundo confirmou o presidente da Autoridade Aeroportuária da Índia, Guruprasad Mohapatra, à agência local “TNN”, a vaca entrou no aeroporto através do terminal de carga.

No ano passado, ocorreram pelo menos sete casos de animais selvagens que conseguiram acessar as pistas de aterrissagem dos aeroportos de Calecute (leste), Amritsar (noroeste) e Varanasi (norte) por fendas nos muros dos aeródromos.

Clãs hinduístas radicais patrulham há anos com paus e pistolas povoados e caminhos atacando àqueles que acreditam que matam vacas, um animal sagrado para o hinduísmo e cujo sacrifício está proibido em quase toda a Índia.

Graças a este status protegido, estes mamíferos passeiam comodamente por todos os lugares do país, desde templos até lojas.

Segundo dados do Diretório Geral de Aviação Civil (DGCA, em inglês), mais de 4 mil aparelhos sofreram choques com pássaros e outros animais durante os últimos cinco anos, incidentes que afetaram cerca de 80 aeródromos do país.