Unasul se reunirá em 25 e 26 de março, diz Patiño

Chanceler do Equador, Ricardo Patiño, informou que a comissão da União de Nações Sul-Americanas se reunirá em Caracas nos dias 25 e 26 de março

Quito – A comissão da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) para acompanhar o diálogo político na Venezuela se reunirá em Caracas nos dias 25 e 26 de março, informou nesta sexta-feira o chanceler do Equador, Ricardo Patiño.

“A comissão de Unasul para acompanhar o diálogo político na Venezuela fará sua primeira reunião em Caracas nos dias 25 e 26 de março (terça-feira e quarta-feira da semana que vem)”, escreveu em sua conta no Twitter.

O chanceler brasileiro, Luiz Alberto Figueiredo, que está em Berlim, confirmou hoje que começo da próxima semana viajará para Caracas.

Figueiredo, que se encontrou com o ministro das Relações Exteriores alemão, Frank-Walter Steinmeier, afirmou que o grupo procura “apoiar o diálogo” entre “todas as forças políticas” da Venezuela e pacificar a situação.

Na quarta-feira, Patiño disse em entrevista coletiva que “antes do fim de março” estará na Venezuela uma missão de chanceleres da Unasul que pode ser “muito útil” para “contribuir ao diálogo” no país, onde estão ocorrendo protestos contra o governo.

A Unasul, cuja Secretaria-Geral tem sede em Quito, é formada por doze países: Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela.