Um dos terroristas de Londres tentou alugar caminhão, diz Polícia

Após atropelarem pedestres na Ponte de Londres, os três terroristas atacaram com facas, as pessoas que estavam no Borough Market

Londres, 10 jun (EFE).- Um dos três terroristas que mataram oito pessoas e feriram outras 48 na semana passada na Ponte de Londres (London Bridge) tentou alugar um caminhão horas antes do ataque, revelou neste sábado a polícia do Reino Unido.

Khuram Butt, de 27 anos, não concluiu o aluguel do veículo pesado, de 7,5 toneladas, pois não conseguiu efetuar o pagamento à tempo, por isso mudou de planos e alugou a van branca de marca Renault com a qual ele e seus dois cúmplices atropelaram um grande número de pessoas.

Segundo o chefe da unidade antiterrorista da Polícia Metropolitana de Londres (Met), o comandante Dean Haydon, a tragédia “poderia ter sido até pior” se o terrorista tivesse conseguido alugar o caminhão.

Após atropelarem os pedestres na Ponte de Londres, os três terroristas atacaram com facas, de maneira indiscriminada, as pessoas que estavam no Borough Market, antes de serem abatidos a tiros pela polícia.

Haydon detalhou que os jihadistas utilizaram facas com lâminas de cerâmica de 30 centímetros na cor rosa, provavelmente para evitar detectores de metais, e que estas estavam presas aos pulsos para que não caíssem durante no ataque.

A Met informou hoje que um homem de 28 anos foi detido durante a madrugada por relação com o atentado no bairro de Barking, no leste de Londres, a mesma área em que viviam os terroristas.

As forças de segurança detiveram até agora 20 pessoas dentro das investigações sobre o ataque terrorista, das quais sete permanecem sob custódia policial.