UE quer reformas e cortes orçamentários da Itália

O pedido foi feito um pouco antes do início de vários dias de reuniões em Bruxelas dos ministros da Finanças europeus para evitar um contágio da crise na economia mundial

Bruxelas – A Comissão Europeia afirmou nesta sexta que a Itália deve concluir de maneira “urgente” o plano de cortes e reformas orçamentárias.

“Vamos pedir às autoridades (italianas) que finalizem e apresentem seus planos de forma urgente”, disse um porta-voz da Comissão Europeia.

O pedido foi feito um pouco antes do início de vários dias de reuniões em Bruxelas dos ministros da Finanças europeus para evitar um contágio da crise na economia mundial.

A Itália, que tem uma dívida pública superior a 1,9 trilhão de euros (quase 120% do PIB), está na mira dos mercados desde o verão (hemisfério norte), já que os investidores duvidam da credibilidade do governo, que prometeu equilibrar o orçamento em 2013 com a adoção de medidas de medidas de austeridade draconianas.