UE decide fechar fronteiras por 30 dias para conter coronavírus

"Temos que fazer o possível para proteger nosso povo e proteger nossas economias", disse a presidente da Comissão Europeia

Líderes da União Europeia (UE) concordaram nesta terça-feira em fechar as fronteiras da Europa por 30 dias para impedir a propagação do coronavírus, mas também em estabelecer vias rápidas nas divisas de seus países para manter a circulação de mercadorias, disseram os próprios líderes do bloco após uma videoconferência.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou em entrevista coletiva que caberia aos países europeus implementar o fechamento de suas fronteiras para cidadãos de países terceiros.

“O inimigo é o vírus e agora temos que fazer o possível para proteger nosso povo e proteger nossas economias”, disse ela. “Estamos prontos para fazer tudo o que for necessário. Não hesitaremos em tomar medidas adicionais conforme a situação evoluir.”

Epidemia na Europa

A Europa está sendo duramente impactada pela epidemia do novo coronavírus. A Itália, por exemplo, é o segundo país mais afetado, atrás apenas da China, com mais de 23.000 casos e quase 2.000 mortes.

Desde o último final de semana, vários países do bloco anunciaram medidas para tentar frear a doença. A Espanha, por exemplo, restringiu o movimento das pessoas dentro do país e decretou estado de emergência. Na França, foi ordenado o fechamento de estabelecimentos como bares e restaurantes.