UE apela ao Conselho da ONU para condenar ataque químico na Síria

Em comunicado, a União Europeia também pediu por uma "transição política genuína na Síria".

Bruxelas – Os governos da União Europeia (UE) apelaram ao Conselho de Segurança da ONU nesta quinta-feira para “condenar fortemente” um ataque químico na Síria nesta semana, que matou pelo menos 70 pessoas.

“A UE pede ao Conselho de Segurança das Nações Unidas que se reúna, condene veementemente o ataque a Khan Sheikhoun e assegure uma investigação rápida, independente e imparcial do ataque”, afirmou a UE em um comunicado, pedindo também “uma transição política genuína na Síria”.