Ucrânia recebe 1º fornecimento de gás russo desde junho

Rússia cortou em junho o fornecimento de gás à Ucrânia, contrária ao aumento de preços decidido pela Gazprom

Kiev – A Ucrânia começou a receber nesta terça-feira o primeiro fornecimento de gás russo desde a sua suspensão, em junho, anunciou a operadora pública de gasodutos ucranianos Ukrtransgaz.

“A partir desta terça-feira, a empresa começou a receber gás natural procedente da Federação da Rússia“, informou o grupo em um comunicado.

“Todos os dias serão importados até 43,5 milhões de metros cúbicos de gás”, disse. A informação foi confirmada pelo gigante russo Gazprom, citado pelas agências russas.

O grupo público ucraniano Naftogaz anunciou na noite de sexta-feira que pagou ao gigante russo Gazprom 378 milhões de dólares como adiantamento pelo fornecimento de quase 1 bilhão de metros cúbicos de gás russo.

A Rússia cortou em junho o fornecimento de gás à Ucrânia, contrária ao aumento de preços decidido pela Gazprom, o que levou os europeus a temer por seus próprios suprimentos que transitam pelo território da ex-república soviética durante o inverno.

Após uma série de negociações, Ucrânia, Rússia e União Europeia encontraram em outubro uma solução provisória com a qual Kiev saldaria os atrasos e centrada nas modalidades de pagamento do fornecimento até março de 2015.

A Ucrânia saldou parte de sua dívida de 3,1 bilhões de dólares com a Rússia em novembro pagando 1,45 bilhão e deverá abonar outros 1,65 bilhão antes do fim do ano.

Os russos calculam que Kiev deve 5,3 bilhões de dólares, mas aceitaram colocar nas mãos de um tribunal de arbitragem os 2,2 bilhões restantes.