Prorrogação de Brexit será recomendada por presidente do Conselho Europeu

Boris Johnson suspendeu processo depois de nova derrota no Parlamento para acelerar proposta até o dia 31 de outubro

Bruxelas — O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse nesta terça-feira que, após a decisão do premiê britânico, Boris Johnson, de suspender o acordo do Brexit, ele recomendará que os outros 27 membros da União Europeia aprovem um adiamento da saída do Reino Unido do bloco.

“Após a decisão do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, de pausar o processo de ratificação do Acordo de Retirada, e para evitar um #Brexit sem acordo, vou recomendar ao UE27 que aceite o pedido do Reino Unido para uma prorrogação. Para isso, proporei um procedimento por escrito”, escreveu Tusk no Twitter.

Derrota de Johnson

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, suspendeu nesta terça-feira, 22, a adoção do Brexit depois que os deputados britânicos recusaram sua proposta para acelerar uma agenda para tornar efetiva a saída até o dia 31. Johnson afirmou que vai pausar a tramitação até que o bloco decida se vai conceder ou não um novo adiamento do prazo de saída.

A declaração de Johnson ocorre após a Câmara dos Comuns ter rejeitado a tramitação acelerada de um projeto de lei que transforma em legislação britânica o acordo fechado pelo líder conservador com a UE, num movimento visto como derrota para o primeiro-ministro e que o levaria a pedir uma nova extensão do prazo para o divórcio