Turquia se irrita com comentários de embaixador americano

Os Estados Unidos criticaram as detenções provisórias prolongadas de oficiais e personalidades acusadas de complô

Ancara – O governo turco denunciou nesta quinta-feira os comentários do embaixador dos Estados Unidos no país, que criticou as detenções provisórias prolongadas de oficiais e personalidades acusadas de complô.

“Os embaixadores devem ocupar-se de seus assuntos e não expressar opiniões que interfiram nos assuntos internos e judiciais da Turquia”, declarou o vice-primeiro-ministro Bekir Bozdag, citado pela agência Anatólia.

Francis Ricciardone, embaixador americano em Ancara, denunciou durante um encontro com jornalistas turcos a detenção prolongada de centenas de oficiais reformados e na ativa, de jornalistas, professores universitários e de deputados suspeitos desde 2008 de ter querido derrubar o regime islâmico moderado.

Insistiu principalmente na falta de transparência e clareza nas acusaçõs que pesam sobre estes suspeitos, cujo caso é fonte de controvérsia na Turquia.