Turquia pagará salário para avós que cuidam dos netos

A ideia é pagar um salário mensal de 425 liras (R$ 355), o equivalente a 30% do salário mínimo interprofissional

Istambu – O governo da Turquia lançará em março um programa piloto para pagar salário a avós que tenham menos de 65 anos e que sejam responsáveis por cuidar dos netos, anunciou nesta quarta-feira o ministro do Trabalho, Mehmet Müezzinoglu.

A ideia é pagar um salário mensal de 425 liras (R$ 355), o equivalente a 30% do salário mínimo interprofissional, estabelecido no país.

Inicialmente, 5 mil famílias e Istambul e Bursa serão beneficiadas. Depois, haverá extensão para mais mil, em outras sete províncias, disse o titular da pasta, ao jornal “Hürriyet”.

As avós que integrarão o programa não poderão ter mais que 65 anos, e os netos cuidados deverão estar com idade entre seis meses e um ano.

“Não importa se a avó recebe uma aposentadoria ou não, se tem algum outro salário ou não, a condição econômica da avó não estará em questão. O importante é que não tenha problemas de saúde”, disse Müezzinoglu.

A ideia do governo é beneficiar, especificamente, as famílias de baixa renda. Seriam escolhidas as famílias com renda menos que três salários mínimos e que a mãe receba mais do que dois salários mínimos.

“Se o projeto piloto for bem, poderíamos até reconsiderar o limite de 65 anos de idade, mas não está certo ainda”, garantiu o ministro.