Turquia detém 45 supostos simpatizantes estrangeiros do EI

Segundo a emissora, NTV, a polícia revistou 12 domicílios em sete distritos de Istambul em uma batida simultânea e deteve os suspeitos

Ancara – Unidades antiterroristas da polícia turca detiveram nesta quinta-feira em Istambul 45 pessoas de nacionalidade estrangeira, suspeitas de serem simpatizantes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

A polícia revistou 12 domicílios em sete distritos da cidade em uma batida simultânea e deteve os suspeitos, informa a emissora “NTV”.

Trata-se de pessoas identificadas como “combatentes estrangeiros”, ou seja, candidatos a jihadistas com a intenção de combater nas fileiras do grupo armado na Síria, porém alguns também eram ativos no envio dos voluntários a este país.

Não foram reveladas as nacionalidades dos detidos, que ainda estão sendo interrogados.

Quando trata-se de meros aspirantes a combatentes, sem uma função significativa na organização, a Turquia costuma simplesmente deportar os detidos.

Na terça-feira, a polícia deteve no aeroporto de Sabiha Gökçen em Istambul um casal francês com três crianças, que tentava pegar um voo a França, supostamente após ter passado muitos meses em um acampamento do EI na Síria.

A França tinha alertado em março às autoridades turcas e estas verificaram a identidade dos suspeitos quando estes tentavam tomar um voo para voltar ao país, após ter entrado na Turquia de forma clandestina desde a Síria, informa o jornal “Milliyet”.

O Governo turco iniciou o processo para deportar o casal para França, acrescenta o citado jornal.