Turistas alemãs são esfaqueadas por homem “perturbado” na Tunísia

Segundo uma testemunha, o homem atacou as mulheres com uma faca quando elas passeavam pelo mercado tradicional da cidade turística de Nabeul

Túnis – Um homem, aparentemente perturbado, esfaqueou nesta sexta-feira duas turistas alemãs quando passeavam pela cidade litorânea de Nabeul, situada cerca de 50 quilômetros de Túnis, informaram à Agência Efe uma testemunha e fontes oficiais.

Segundo a testemunha, o homem, que é acusado por moradores da zona de frequentar mesquitas salafistas, atacou as mulheres com uma faca quando estas passeavam junto a outras duas pessoas pelo mercado tradicional desta cidade turística.

“A mãe ficou levemente ferida, mas a filha teve que ser levada a um hospital de Nabeul e está internada na unidade de terapia intensiva”, acrescentou.

Um porta-voz do Ministério de Interior, Yasser Mohbab, indicou à Agência Efe que as primeiras investigações mostram que trata-se de um homem de 37 anos com problemas mentais.

Medef Mseddei, conselheiro de comunicação do primeiro-ministro tunisiano, insistiu nesta linha e assegurou à Efe que trata-se de um homem perturbado que foi reduzido imediatamente por comerciantes e transeuntes.

“Não se trata de um atentado terrorista, mas sim obra de um agressor que sofre com problemas mentais e está em tratamento desde 2011”, recalcou o responsável.

Túnis sofreu em 2015 três atentados jihadistas que tiraram a vida de 72 pessoas, 60 delas turistas estrangeiros.