Trump promete unir “nação dividida” e condena intolerância

"Condenamos a intolerância e os preconceitos em todas as suas formas", afirmou o presidente eleito

Donald Trump prometeu, nesta quinta-feira (1º), em seu primeiro comício após a vitória eleitoral, que irá curar as feridas dos Estados Unidos, afirmando que o país não tem outra opção que não se unir e rejeitar a intolerância.

“Somos uma nação muito dividida, mas não vamos continuar divididos por muito tempo”, disse o presidente eleito republicano, em um evento em Cincinnati, no estado de Ohio, diante de milhares de seguidores reunidos em um estádio.

“Condenamos a intolerância e os preconceitos em todas as suas formas. Denunciamos todo o ódio e rejeitamos fortemente a linguagem de exclusão e de segregação”, acrescentou, estendendo a mão aos rivais democratas.