Trump pode ser um “aliado natural”, afirma Assad

Assad salientou que precisaria, no entanto, assegurar que o novo presidente dos EUA tem vontade "genuína" em combater os grupos "terroristas"

Beirute – O presidente da Síria, Bashar al-Assad, afirmou que o recém-eleito presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pode se tornar um ‘aliado natural’ do governo em Damasco em seus esforços para debelar a guerra civil que engolfa o país.

Em uma entrevista publicada pela agência de notícias portuguesa RTP, Assad salientou que precisaria, no entanto, assegurar primeiro que o novo presidente dos EUA tem vontade “genuína” em combater os grupos “terroristas” que desafiam seu governo.

Observadores internacionais afirmam que as forças sírias e russas atacam regularmente hospitais, escolas e outros prédios civis em áreas controladas pela oposição no país, o que é contra a lei internacional. Assad reitera que sua luta é apenas contra o terrorismo.

Durante a campanha presidencial deste ano, o então candidato republicano afirmou que está pronto para lutar trabalhar com Assad na luta contra o grupo extremista Estado Islâmico na Síria.

Mais de 300 mil pessoas morreram desde o início da guerra civil no país, que se arrasta por cinco anos e meio.

Fonte: Associated Press.