Trump diz que EUA não irão se envolver no Brexit, mas critica May

Trump criticou o rumo negativo das negociações realizadas pela primeira-ministra britânica, afirmando que ela "não ouviu suas sugestões sobre como negociar"

Washington — Os Estados Unidos vão ficar fora das negociações do Reino Unido sobre a saída da União Europeia, disse o presidente dos EUA, Donald Trump, nesta quinta-feira, apesar de ter feito críticas ao comportamento da primeiro-ministra britânica, Theresa May, durante as negociações.

Falando a repórteres antes de um encontro com o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, Trump disse esperar que as negociações do Brexit funcionem, mas que ficou surpreso com o rumo negativo das conversações, acrescentando que May não ouviu suas sugestões sobre como negociar.

Trump também disse que não acha possível que ocorra outra votação sobre o Brexit porque seria injusto e reiterou que gostaria de ver um acordo comercial dos EUA com o Reino Unido depois que os britânicos deixarem a UE.

Varadkar, sentado ao lado de Trump na Casa Branca, disse que esperava discutir o Brexit com Trump e que gostaria de ver um acordo comercial europeu com os Estados Unidos.