Trump demite polêmico estrategista-chefe de seu governo

A partida de Steve Bannon representa o sexto caso de um importante membro da Casa Branca a deixar o posto

Washington – O estrategista-chefe do presidente Donald Trump, Steve Bannon, decidiu deixar o cargo no governo dos Estados Unidos nesta sexta-feira, anunciou nesta sexta-feira uma fonte oficial.

“O chefe de gabinete da Casa Branca, John Kelly, e Steve Bannon concordaram que hoje [sexta-feira] seria o último dia de Steve” em suas funções, assinalou em comunicado a porta-voz do Executivo, Sarah Huckabee Sanders.

Bannon sai da administração no momento em que o novo chefe de gabinete, John Kelly, busca organizar as disputas internas na Casa Branca.

A partida de Bannon representa o sexto caso de um importante membro da Casa Branca a deixar o posto. O governo ainda não conseguiu uma grande vitória legislativa, apesar de que os republicanos controlam o Congresso.

Ex-banqueiro e executivo da mídia, Bannon é apontado como crucial para a vitória de Trump na eleição do ano passado. Ele entrou na campanha nos meses finais, quando Trump se saía mal nas pesquisas, com dois dígitos de desvantagem.

Decidiu que o republicano parasse de conceder entrevistas coletivas e privilegiasse mais discursos de campanha, com foco no fechamento das fronteiras, na renegociação de acordos internacionais de comércio e em críticas pessoais contra a candidata democrata, Hillary Clinton.

Bannon é o membro do governo mais associado com os conservadores e o nacionalismo populista. A saída dele deve dar mais peso a vozes mais moderadas da administração, entre eles o secretário de Estado, Rex Tillerson, e o diretor do Conselho Econômico Nacional, Gary Cohn. Fonte: Dow Jones Newswires.