Trump declara estado de emergência na Califórnia

Ampliado pelos ventos na região de Santa Ana, que fizeram as chamas se estenderem rapidamente, o incêndio já arrasou milhares de hectares

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou nesta sexta-feira o estado de emergência na Califórnia e ordenou que o governo federal conceda assistência adicional devido à onda de incêndios que desde o dia 4 de dezembro afeta a região e que obrigou as autoridades a deslocarem cerca de 200 mil pessoas.

Com a medida, Trump autorizou o Departamento de Segurança Nacional e a Agência Federal de Gestão de Emergências (Fema) a coordenar “todos os esforços nas tarefas de socorro”.

O objetivo desta medida é “aliviar” o sofrimento da população local e prestar assistência às autoridades estaduais e locais, explicou a Casa Branca em comunicado.

Ampliado pelos ventos na região de Santa Ana, que fizeram as chamas se estenderem rapidamente pela costa leste do país, o fogo já arrasou milhares de hectares.

No norte do condado de San Diego, o fogo queimou mais de mil hectares, destruiu 20 construções e deixou pelo menos duas pessoas feridas.

O incêndio ocorrido em San Diego se soma a outros quatro que afetam há dias o noroeste de Los Angeles, onde danificou mais de 200 construções e provocou o fechamento de escolas e universidades, estradas e queda de energia.