Trump chama de “criminosos” os jovens imigrantes ilegais dos EUA

Comentário foi feito horas antes do Supremo debater o programa que protege crianças e adolescentes imigrantes

Washington — O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira, no Twitter, que muitos dos jovens imigrantes ilegais estão no país desde a infância são criminosos, horas antes da Corte Suprema debater o programa que os protege.

“Muitas pessoas no DACA (o programa “Ação Diferida para Chegadas na Infância”) já não são muito jovens, estão muito longe de ser anjos. Alguns são criminosos muito violentos”, garantiu o chefe de governo, no perfil pessoal na rede social.

Os integrantes da Corte Suprema irão ouvir os argumentos favoráveis e contrários ao DACA, que foi criado pelo antecessor, Barack Obama, como forma de proteger jovens em situação irregular da deportação.

Apesar do discurso, Trump prometeu um acordo com os democratas do Congresso para o caso do Supremo Tribunal suspender o programa.

O atual presidente decidiu acabar como o plano, criado em 2012, e a Corte Suprema discutirá nos próximos meses a medida ou se estende a vigência do programa favorável a milhares de imigrantes que foram trazidos pelos pais quando eram crianças e não contam com vistos.

Dados do Serviço da Cidadania e Imigração indica que, desde março de 2017, 787.580 jovens sem documentação foram aceitos pelo Daca. Apenas entre janeiro do ano passado e abril deste ano, o número foi de 425.760 beneficiados.

Desde que anunciou a candidatura à presidente, em 2015, Trump se referiu várias vezes aos imigrantes como criminosos, estupradores, traficantes de drogas ou membros de quadrilhas.