Trump autorizará Guarda Nacional na fronteira com o México

Governo deseja rápida implementação da proposta, que será feita em negociação com os governadores dos Estados que fazem fronteira com o México

São Paulo – A secretária de Segurança Interna dos Estados Unidos, Kirstjen Nielsen, afirmou nesta quarta-feira que o presidente americano, Donald Trump, irá assinar um decreto autorizando a presença de tropas da Guarda Nacional na fronteira entre os EUA e o México.

“Somos um país acolhedor com os imigrantes e continuaremos sendo, mas a segurança na nossa fronteira é a segurança do nosso país”, disse a secretária durante a coletiva de imprensa diária da Casa Branca.

De acordo com Nielsen, o plano de enviar tropas da Guarda Nacional americana à fronteira sul do país ainda não está pronto. No entanto, ela afirmou que deseja uma rápida implementação da proposta, que será feita em negociação com os governadores dos Estados que fazem fronteira com o México. Para a secretária, o envio das tropas não deve enfraquecer as relações americanas com o governo mexicano.

Kirstjen também foi questionada sobre a construção de um muro na fronteira sul dos EUA. A secretária disse que o Departamento de Segurança Interna (DHS, na sigla em inglês) não poderia dar uma avaliação do custo da construção, mas ressaltou que não haverá um muro em toda a extensão da fronteira devido a condições geográficas.

Mais cedo, o Wall Street Journal informou, citando fontes, que o governo Trump solicitou que os militares americanos construam muros na fronteira com o México pelo menos nas bases militares que estão ao longo do limite entre os dois países.

De acordo com a publicação, as Forças Armadas construiriam um muro ao longo de pelo menos parte da área conhecida como Barry Goldwater Air Force Range, no Arizona. Nesse sentido,

Questionada sobre o assunto, Kirstjen afirmou que o governo Trump está “avaliando opções para que as Forças Armadas construam um muro nas instalações militares ao longo da fronteira”. De acordo com a secretária do DHS, o governo tem dinheiro para a construção de aproximadamente 240 quilômetros do muro.