Trump ameaça países que não votarem pelos EUA na Copa de 2026

O presidente advertiu para as repercussões políticas para quem votar contra a candidatura de Estados Unidos, México e Canadá

O presidente americano, Donald Trump, manifestou seu apoio aos Estados Unidos como sede da Copa do Mundo de 2026 de forma inusitada nesta quinta-feira, advertindo para as repercussões políticas para quem votar contra.

“Os Estados Unidos apresentaram uma candidatura forte com Canadá e México para a Copa do Mundo de 2026 (…). Seria uma pena se países que sempre apoiamos fizessem lobby contra a candidatura americana. Por que deveríamos apoiar estes países quando eles não nos apoiam?” – questionou Trump no Twitter.

O Marrocos foi o único país a apresentar uma candidatura alternativa à norte-americana.

A sede do Mundial-2026 será conhecida no próximo dia 13 de junho, em Moscou, antes do início da Copa da Rússia.

Noel Le Graet, presidente da Federação Francesa de Futebol, declarou há alguns dias que seu país apoiará o Marrocos, do mesmo modo que Ahmad Ahmad, presidente da Confederação Africana de Futebol, que pediu o apoio da Europa.

Já a Confederação Sul-Americana de Futebol decidiu apoiar “por unanimidade” a candidatura norte-americana.

A candidatura de Estados Unidos, México e Canadá é vista como a grande favorita para sediar a Copa do Mundo de 2026 devido às infraestruturas já existentes, mas causa preocupação diante das posições de Trump em relação aos imigrantes.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Causa preocupação entre Imigrantes?

    Os bonitos agora vão querer assistir jogo ilegalmente também? Quem tem grana para copa do mundo não tem preocupação de ser ilegal no país.