Trump afirma que Bush guiou EUA ao “vitorioso fim” da Guerra Fria

Os Trump, que estão em Buenos Aires para a cúpula do G20, afirmaram que seus corações "sofrem com a perda" de Bush

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lamentou neste sábado a morte do ex-presidente George H.W. Bush (1989-1993) e destacou que guiou a nação ao “vitorioso fim” da Guerra Fria.

“Com bom critério, bom senso e uma liderança imperturbável, o presidente Bush guiou nossa nação e o mundo a um pacífico e vitorioso fim da Guerra Fria”, declarou Trump em comunicado conjunto com sua esposa, a primeira-dama Melania Trump.

“Como presidente, assentou as bases para décadas de prosperidade que lhe seguiram”, acrescentou.

Trump disse que Bush também será lembrado “pela sua devoção à sua família, especialmente ao amor da sua vida, Barbara”.

“Seu exemplo segue vivo, e seguirá comovendo futuras gerações para buscar uma causa maior”, completou.

Os Trump, que estão em Buenos Aires para a cúpula do G20, afirmaram que seus corações “sofrem com a perda” de Bush, que deixa uma “nação de luto”.

Bush morreu nesta sexta-feira aos 94 anos, oito meses depois de sua esposa e ex-primeira-dama, Bárbara, com quem esteve casado por 73 anos.

Em 2016, apesar de seus persistentes problemas de saúde, Bush tornou pública sua rejeição a Trump depois que nas primárias republicanas o agora presidente dirigiu fortes ataques contra seu filho e ex-governador da Flórida, Jeb Bush.

De fato, segundo alguns meios de comunicação americanos, Bush votou na democrata Hillary Clinton na disputa presidencial.