Trump acredita ter poder de demitir conselheiro especial, diz Casa Branca

Robert Mueller é responsável pela investigação sobre suposta interferência da Rússia na eleição presidencial americana de 2016

São Paulo – A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, afirmou há pouco que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acredita ter poder para demitir o conselheiro especial Robert Mueller, responsável pela investigação sobre suposta interferência da Rússia na eleição presidencial americana de 2016.

“Ele certamente acredita que tem o poder para fazer isso”, disse Sarah. “O presidente tem sido claro sobre como acha que isso (a investigação) foi longe demais.”

Em uma coletiva de imprensa na Casa Branca, Sarah foi questionada sobre se o vice-procurador-geral dos EUA, Rod Rosenstein, não seria o único com poder para demitir Mueller, já que é ele quem supervisiona a investigação em nome do Departamento de Justiça americano. Ela respondeu apenas que “a informação que temos é a de que o presidente pode fazê-lo”.

Sarah afirmou ainda que a mídia tem promovido “uma grande distração” a partir dos desdobramentos da investigação de Mueller. “Só porque a Rússia interferiu na eleição, e nós a punimos por isso, não quer dizer que tenha havido conluio com o presidente”, acrescentou.