Drone dos EUA mata militante sênior em seminário paquistanês

Suposto ataque contra uma escola islâmica no Paquistão matou um importante membro da rede Haqqani, ligada ao Taleban

Peshawar – Um suposto ataque norte-americano com avião não-tripulado contra uma escola islâmica no Paquistão matou um importante membro da rede Haqqani, ligada ao Taleban, nesta quinta-feira, disseram fontes paquistanesas e afegãs.

Foi o primeiro ataque com avião não-tripulado no país nuclear no sul da Ásia desde que o chefe do Taleban paquistanês, Hakimullah Mehsud, foi morto em 1 de novembro em um ataque que provocou uma luta pelo poder dentro da fragmentada insurgência.

Maulvi Ahmad Jan, conselheiro de Sirajuddin Haqqani, o temido chefe da rede Haqqani ligada ao Taleban, estava na madrassa quando pelo menos três foguetes atingiram sua sala no distrito de Hangu de Khyber Pakhtunkhwa pouco antes do nascer do sol.

“Sim, é verdade, perdemos outra figura valiosa nesta manhã”, disse uma autoridade da Haqqani à Reuters.

O grupo é um dos principais inimigos das forças lideradas pelos EUA no vizinho Afeganistão, frequentemente lançando ataques contra tropas estrangeiras de esconderijos nas montanhas da região sem lei do Norte do Waziristão, no Paquistão.