Traficante colombiano procurado no Brasil é preso na Espanha

Juan Pablo Muñoz Hernández liderava uma rede de narcotraficantes que enviava cocaína a Itália e Espanha escondida em blocos de mármore

Bogotá – O colombiano Juan Pablo Muñoz Hernández, conhecido como “Carlos Ciro”, que liderava uma rede de narcotraficantes que enviava cocaína a Itália e Espanha escondida em blocos de mármore, foi capturado em Madri, informou nesta terça-feira o ministro de Defesa da Colômbia, Luis Carlos Villegas.

O chefe da pasta de Defesa disse em entrevista coletiva que o narcotraficante foi detido ontem na Operação Europa, na qual participaram agentes da Interpol, da Espanha e do Brasil com a cooperação da Colômbia.

“É um dos maiores chefes do narcotráfico procurado através da Interpol pela polícia brasileira”, detalhou Villegas.

Segundo as autoridades brasileiras, Muñoz liderava uma organização integrada por colombianos, mexicanos e brasileiros que enviava cocaína em cargas de mármore do Brasil para Itália e Espanha.

Na opinião de Villegas, “a operação é importante também porque honra a cooperação internacional” da Colômbia na luta contra o crime transnacional.

As autoridades colombianas capturaram no último mês de fevereiro José Steyman Poveda Cano, conhecido como “Provenzano”, também acusado de enviar toneladas de cocaína à Europa em 2015.

Segundo o jornal “El Tiempo”, as autoridades brasileiras tinham emitido uma circular vermelha para facilitar a captura de “Provenzano”.