Toyota tem novo recorde com lucro de US$ 14 bilhões em um ano

Resultado mostra alta de quase 20% no ano fiscal encerrado em março de 2007

A Toyota registrou seu sétimo ano consecutivo de lucro recorde, impulsionada pela popularidade de seus veículos de consumo eficiente. No ano fiscal encerrado em março, a montadora japonesa viu o lucro líquido crescer 19,8% e chegar a 14,05 bilhões de dólares (1,64 trilhão de ienes).

O anúncio do bom desempenho financeiro vem dias depois da divulgação da produção da Toyota no primeiro trimestre de 2007, que a transformou na maior montadora do mundo, superando a americana General Motors (GM). Nos três primeiros meses do ano, a japonesa produziu 2,35 milhões de veículos, enquanto a GM produziu 2,26 milhões. Analistas esperam que a Toyota mantenha a liderança com o resultado final deste ano, já que as previsões de produção estão em 9,34 milhões de veículos para a japonesa e em 9,2 milhões para a americana.

A ressalva no meio das boas notícias para a Toyota é o desempenho esperado pela montadora na América do Norte, mercado de onde tira cerca de 60% de sua receita. A companhia diz acreditar que o crescimento das vendas deste ano na região ficará em 1,6%, um recuo frente à alta de 15,1% registrada no ano passado. A desaceleração na América do Norte e um aumento de gastos na construção de fábricas e no desenvolvimento de novos veículos e tecnologias deve levar a um aumento de apenas 0,4% no lucro líquido da Toyota no próximo ano fiscal, que termina em março de 2008, o que a levará a um resultado de 14,1 bilhões de dólares. Analistas, no entanto, acreditam que a companhia terá um lucro mais próximo de 14,9 bilhões de dólares, de acordo com o jornal americano The New York Times.

A Toyota divulgou também um aumento de 13,85% na receita do último ano fiscal, para 204,7 bilhões de dólares. No ano de 2006, a GM teve uma receita maior, de 207 bilhões de dólares, mas encerrou o período com um prejuízo de 2 bilhões de dólares. A japonesa também divulgou o resultado no primeiro trimestre de 2007, marcado por fortes vendas nos Estados Unidos e na Europa e por um declínio da Ásia. Entre janeiro e março, a Toyota conseguiu uma alta de 8,9% no lucro líquido, com um saldo positivo de 3,76 bilhões de dólares.