Tornado deixa vários mortos e arrasa construções em Oklahoma

A rede CNN diz que o fenômeno meteorológico causou seis mortes

Washington – Várias pessoas morreram nesta segunda-feira devido à passagem de um gigantesco tornado de mais de três quilômetros de diâmetro na área sul da cidade de Oklahoma City, onde também destruiu várias casas e algumas escolas, segundo a imprensa dos Estados Unidos.

A rede de televisão local ‘KFOR’ informou que entre os mortos está uma criança, e a rede ‘CNN’ diz que o fenômeno meteorológico causou seis mortes.

As imagens captadas pela ‘KFOR’ mostram a devastação causada pelo tornado, com casas e escolas seriamente danificadas, enquanto as equipes de emergência buscam sobreviventes entre os escombros.

O Centro de Prognóstico de Tempestades da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA, na sigla em inglês) informou, em relação a suas primeiras estimativas, que o tornado atingiu a categoria EF4, a segunda mais alta, com ventos de até 320 km/h.

As imagens da emissora mostram quilômetros de áreas residenciais completamente arrasadas e nas quais há incêndios em muitas das casas, especialmente nos núcleos de Newcastle e Moore, ambos ao sul de Oklahoma City.

Um dos especialistas da NOAA, Bill Bunting, afirmou à ‘CNN’: ‘Esperamos que todos os cidadãos tenham atendido os alarmes, mas é uma região muito habitada e tememos que o aviso não tenha chegado a todos’.

Por sua vez, a Casa Branca emitiu um comunicado no qual diz que o presidente Barack Obama acompanha as informações através de sua assistente para Segurança Nacional, Lisa Monaco.

O tornado passou pela cidade poucas horas depois de outros atingirem o estado de Oklahoma e provocarem a morte de pelo menos duas pessoas, além de deixar cerca de 30 feridos e muitas casas destruídas.

A NOAA emitiu hoje novos alertas de tornados para uma faixa que se estende desde o Texas, no sul do país, até os Grandes Lagos, no norte, especialmente para os estados de Arkansas, Kansas, Oklahoma e Missouri.