Tóquio apela para que moradores fiquem em casa por coronavírus

Surto havia infectado 1.271 pessoas no Japão até o anoitecer desta quarta-feira, com 44 mortes ligadas ao vírus

A governadora da capital do Japão pediu aos moradores nesta quarta-feira (25) que procurem só sair para fazer o essencial durante o final de semana, disse a emissora pública NHK, depois que o número de casos de coronavírus disparou na cidade.

Mais de 40 casos novos foram relatados em Tóquio nesta quarta-feira, noticiou a mídia, seu maior aumento diário.

A governadora Yuriko Koike afirmou em uma declaração a jornalistas na quarta-feira que a situação é “grave” após o registro de 41 novos casos do novo coronavírus.

A cidade também se tornou o centro da epidemia de coronavírus no país, mais do que qualquer outra região após os aumentos desta semana. Superou Hokkaido, ilha do norte duramente atingida, na terça-feira (24), e se tornou a municipalidade com maior quantidade de infecções, disse a NHK.

O surto havia infectado 1.271 pessoas no Japão até o anoitecer desta quarta-feira, com 44 mortes ligadas ao vírus, segundo a NHK. Esta cifra exclui 712 casos e 10 mortes ocorridas em um navio de cruzeiro ancorado perto de Tóquio no mês passado.

Ainda na terça-feira, o Comitê Olímpico Internacional (COI) e o governo japonês concordaram em adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021 devido ao surto.

Na segunda-feira, Koike exortou os moradores a mostrarem comedimento e disse que as próximas três semanas serão cruciais para saber se a cidade terá uma dispara de casos do vírus.