Tombini é melhor do que Bernanke; Argentina tem o pior BC do mundo

Global Finance magazine divulga ranking anual com notas para os presidentes de Bancos Centrais de 36 países

São Paulo – O presidente do Banco Central do Brasil, Alexandre Tombini, é mais bem avaliado do que o presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, segundo ranking da Global Finance magazine.

A revista atribuiu nota B+ para Tombini e C para Bernanke, numa escala de A a F. Nas Américas, Tombini divide a liderança com José De Gregorio, do Chile.

Apenas seis Bancos Centrais receberam a nota máxima A: Austrália, Israel, Líbano, Malásia, Filipinas e Taiwan (veja ranking completo abaixo).

O levantamento anual analisa 36 países e leva em consideração o sucesso no controle da inflação, o crescimento econômico, a estabilidade do câmbio e a administração da taxa de juros. A revista reconhece que pode haver subjetividade na hora de aplicar os critérios.

O editor da Global Finance, Joseph Giarraputo, diz que, em tempos de crise, “os banqueiros centrais do mundo todo estão sendo testados como nunca antes”.

O presidente do Banco Central da Argentina, Mercedes Marcó del Pont, recebeu a menor nota do ranking.

País Presidente do BC Nota
Fonte: Global Finance magazine
Austrália Glenn Stevens A
Malásia Zeti Akhtar A
Israel Stanley Fischer A
Líbano Riad Salameh A
Filipinas Armando Tetangco Jr. A
Taiwan Fai-Nan Perng A
Brasil Alexandre Tombini B+
Chile José De Gregorio B+
Suécia Stefan Ingves B+
Tailândia Prasarn Trairatvorakul B+
Nigéria Sanusi Lamido Sanusi B+
Arábia Saudita Muhammad Al-Jasser B+
Canadá Mark Carney B
México Agustin Carstens B
República Tcheca Miroslav Singer B
Polônia Marek Belka B
Rússia Sergei Ignatiev B
Reino Unido Mervyn King B
China Zhou Xiaochuan B
Indonésia Darmin Nasution B
Nova Zelândia Alan Bollard B
Cingapura Ravi Menon B
Angola José de Lima Massano B
Kuait Sheikh Salem A. Al-Sabah B
África do Sul Gill Marcus B
União Europeia Jean-Claude Trichet B-
Suíça Phillipp Hilderbrand B-
Bahrein Rasheed M. Al Maraj B-
Estados Unidos Ben Bernanke C
Hungria András Simor C
Japão Masaaki Shirakawa C
Coreia do Sul Kim Choongsoo C
Quatar Abdullah Saud Al-Thani C-
Argentina Mercedes Marcó del Pont D
Noruega Oystein Olsen *
Turquia Erdem Basci *

* muito cedo para avaliar o desempenho