Tiros em campus universitário deixam dois mortos

Duas pessoas morreram na Universidade da Carolina do Sul em uma série de disparos efetuados, aparentemente, por desentendimento

Duas pessoas morreram nesta quinta-feira na Universidade da Carolina do Sul, em uma série de disparos efetuados, aparentemente, por um desentendimento particular, e que causou o fechamento do campus durante uma hora, informou a polícia.

“Trata-se aparentemente de um assassinato seguido de suicídio, um incidente isolado no prédio de pesquisas em Saúde Pública”, informou no Twitter a polícia da cidade de Columbia.

A universidade tinha declarado alerta após o meio-dia de quinta-feira após os disparos no campus.

Cerca de 45 minutos depois de fechado o estabelecimento, o sistema de emergência online reportou que “não havia uma ameaça no campus”, mas destacou que a faculdade e as ruas adjacentes permaneciam fechadas.

O jornal The State reportou que o prédio tinha sido evacuado e que equipes da SWAT, força de elite da polícia, revistavam o local.

Mais cedo, funcionários, que confirmaram o fim dos disparos, informaram que a universidade tinha sido cercada depois das informações sobre o tiroteio.

“Disparos na Faculdade de Medicina. O prédio está cercado. Procure abrigo. Fique lá. Obedeça as autoridades”, aconselhou o Twitter “Carolina Alert”, do sistema estadual de alerta.