Atirador mata frequentadores de loja do Walmart no Texas

Segundo autoridades locais, o número de vítimas fatais ainda não foi divulgado e suspeito teria sido preso

Várias pessoas foram mortas em um ataque a tiros no Walmart de El Paso, Texas, neste sábado, 03, e três suspeitos foram detidos, segundo autoridades.

O porta-voz do Departamento de Polícia de El Paso, Enrique Carrillo, disse que autoridades registraram mais de 20 vítimas, um número que poderia incluir mortos e feridos.

O prefeito de El Paso, Dee Margo, disse que três pessoas foram presas, mas ele não pode dizer imediatamente quantas estavam diretamente envolvidas no crime.

“Não há uma ameaça iminente. Não há um atirador ativo atualmente, mas isso não quer dizer que nós tornamos a cena segura neste momento”, afirmou o porta-voz da polícia de El Paso, Enrique Carrillo, a repórteres.

Várias agências de segurança pública correram à cena, incluindo a polícia local, estadual e agências federais, com agentes da Segurança Nacional e da patrulha da fronteira.

Uma testemunha disse que viu pelo menos uma pessoa dentro da loja com um ferimento fatal na cabeça e clientes com roupas manchadas de sangue.

Outras lojas também foram fechadas, enquanto oficiais da polícia esvaziavam o shopping na região leste da cidade, que fica na fronteira sul dos Estados Unidos com o México.

Segundo reportou a CNN nos Estados Unidos, uma grande área foi bloqueada a cerca de três quilômetros ao sul do Aeroporto Internacional de El Paso. Três funcionários do Walmart se refugiaram em um estabelecimento da Landry’s Seafood. Mulheres pareciam muito “abaladas”, mas não estavam feridas.

O WalMart divulgou um comunicado. “Estamos em estado de choque pelos trágicos eventos no Cielo Vista Mall em El Paso. Estamos orando pelas vítimas, comunidade e nossos associados”, afirmou a empresa.

O presidente Donald Trump disse pelo Twitter: “Deus esteja com vocês todos”.