Tiger Woods é detido por dirigir sob efeito de drogas ou álcool

O golfista permaneceu preso por cerca de quatro horas e foi liberado depois de pagar fiança

Júpiter, Estados Unidos – Lenda do golfe mundial, o norte-americano Tiger Woods foi detido pela Polícia da Flórida na manhã desta segunda-feira por uso de substância proibida ao volante. Ele permaneceu cerca de quatro horas preso e foi liberado depois de pagar fiança.

De acordo com as autoridades, Woods foi fichado na cidade de Júpiter, na costa oeste da Flórida. Ainda não foram divulgados mais detalhes do caso nem sobre o tipo de substância que o atleta teria ingerido.

Não é a primeira vez que ele se envolve em problemas no trânsito. Em 2009, um mês e meio depois de vir à público a informação de que Woods traía sua agora ex-esposa, Elin Nordegren, ele bateu o carro em um hidrante, uma árvore e algumas cercas. Na ocasião, Woods não foi acusado oficialmente pelos danos que causou.

Depois do escândalo, a carreira de Woods entrou em queda livre. Ele chegou a pedir desculpas e se internou em um programa de reabilitação para viciados em sexo. E se divorciou da esposa em agosto de 2010.

Woods, de 41 anos, não disputou grandes torneios de golfe nos últimos dois anos, devido a uma lesão nas costas. Tentou uma cirurgia para resolver o problema em abril deste ao, e declarou que “não se sentia bem daquela forma havia anos” e que queria voltar a jogar golfe profissionalmente.

Hoje longe do auge da sua carreira, Woods é o segundo maior vencedor de Majors – os principais eventos do golfe – com 14 títulos. Ele ocupa o mesmo posto na relações de maiores campeões do circuito mundial, tendo vencido 79 torneios do PGA Tour.