Terrorista suicida solta explosivo perto de soldados do Mali

O homem se aproximou dos soldados de moto e detonou os explosivos, deixando um militar do Mali ferido

Gao – Um terrorista suicida morreu ao detonar os explosivos que carregava nesta sexta-feira em Gao (nordeste do Mali) perto de soldados malinenses, um dos quais ficou levemente ferido, afirmou à AFP um oficial do exército malinense.

O homem “se aproximou de nós de moto, ele era um Tamashek (tuaregue), e quando se aproximava detonou seus explosivos”, afirmou Mamadou Keita, acrescentando: “Morreu imediatamente e entre nós há um ferido em estado leve”.

Esta operação suicida ocorre um dia após o porta-voz de um grupo islamita do norte do Mali, o Movimento para a Unidade e a Jihad na África Ocidental (Muyao), fazer uma declaração reivindicando a colocação de minas, ataques a comboios militares e a utilização de terroristas suicidas nesta região.

“Muyao está por trás da explosão de dois carros do exército malinense entre Gao e Hombori” (norte), afirmou este porta-voz, Abu Walid Sahraoui. Também disse que seu grupo havia “conseguido criar uma nova zona de conflito, organizar ataques a comboios e organizar suicidas”.

Gao, a maior cidade do norte do Mali, foi arrebatada no dia 26 de janeiro pelo exército francês e do mali das mãos dos grupos islamitas armados, incluindo o Muyao, que a ocuparam durante meses.