Terremoto no Paquistão causa mais de 200 mortes

A força do terremoto destruiu várias casas de barro e formou uma nova ilha no país

Khuzdar – O número de mortos por um forte terremoto ocorrido nesta terça-feira no sudoeste de Paquistão subiu para 208. A força do terremoto destruiu várias casas de barro e formou uma nova ilha no país.

O terremoto de 7,7 graus na escala Richter atingiu o distrito de Awaran, na província de Baluquistão.

“O número de mortos pelo terremoto atingiu 208 agora. Os feridos são mais de 382”, disse Asad Gilani, um dos principais funcionários do governo da província. “As equipes de resgate estão trabalhando para recuperar os corpos dos mortos e feridos, mas a nossa prioridade é levar os feridos para hospitais o mais rápido possível”, completou.

O porta-voz do governo, Jan Muhammad Buledi, confirmou o novo número de mortos e disse: “Não há espaço para o tratamento das pessoas feridas nos hospitais locais. Estamos tentando levar as pessoas gravemente feridas para Karachi por meio de helicópteros”.

Mais de 60 mil pessoas vivem num raio de 50 quilômetros do epicentro do terremoto, segundo a agência de desastres da Organização das Nações Unidas (ONU), principalmente em casas de barro, que desabam facilmente .

“Cerca de 90% das casas no distrito de Awaran foram destruídas”, disse um alto funcionário de Awaran, Abdul Rasheed Baluch .

O Exército enviou equipes médicas e helicópteros para ajudar com o resgate, totalizando 300 soldados. Esse número deve subir para mais de 1000 nesta quarta-feira. Fonte: Dow Jones Newswires.